Esportes

| Esporte Amador

[@#galeria#@]

Quebrando preconceitos ainda presentes no universo das artes marciais, as mulheres paraenses têm ampliado sua participação e conquistado títulos importantes no caratê. Bruna Magalhães, 19 anos, é instrutora na Academia Machida e membro da Seleção Brasileira da Japan Karate Association (JKA Brasil). Em sete anos de prática do esporte, Bruna já alcançou pódio em competições nacionais e continentais.

##RECOMENDA##

Campeã pan-americana em setembro do ano passado, no Peru, Bruna também foi campeã brasileira de kata em 2018. "Já participei de campeonatos mundiais no Japão e na Irlanda, neste eu fiquei em 7º lugar no kata”, relembra a atleta.

Bruna Magalhães se tornou instrutora de caratê em agosto de 2018. Para ela, ter modelos femininos no ensino do esporte é fundamental para incentivar novas gerações a conquistarem a igualdade de gênero nos tatames. “Às vezes, com professores homens, muitas meninas não se sentem confortáveis, então é muito legal a gente se fazer como exemplo também, sinto que é uma forma de inspiração para outras garotas. Eu acho que a modalidade ainda é muito masculinizada, mas eu fico feliz em ver que cada vez mais mulheres entram no caratê”, relata.

A estudante de Direito Lívia Vale, de 18 anos, também é uma das representantes do Pará na Seleção Brasileira de Karatê da JKA. Com 10 anos de prática, a atleta faixa preta é pentacampeã brasileira pela JKA, além de ter subido aos pódios do campeonato sul-americano e pan-americano da modalidade.

Apesar das importantes conquistas, ela afirma que o fato de uma mulher praticar artes marciais ainda causa espanto em algumas pessoas. “Acho que ainda é um espaço em que a predominância de homens é muito maior, apesar do número de mulheres estar crescendo. Até a reação das pessoas é de surpresa quando eu digo que faço caratê. Muita gente ainda enxerga como um esporte masculino e acham que a mulher deveria fazer atividade delicada, que não tenha luta”, conta.

            Para ela, espaços de treinamento que tratem com igualdade homens e mulheres são importantes para quebrar estereótipos e formar uma nova consciência entre os praticantes do caratê. “Na Academia Machida, onde treino, sempre me incentivaram e me colocaram como equivalente aos demais. Não há diferença e nós lutamos com os homens em pé de igualdade”.

Para este ano, Lívia está treinando para o Campeonato Pan-Americano de Karatê-Do Tradicional, que ocorrerá em agosto, na Colômbia. No futuro, a meta da atleta é chegar ao pódio em campeonatos mundiais. “Eu pretendo continuar no caratê até ficar bem velhinha, até quando der”, afirma.

Por Jobson Marinho, especialmente para o LeiaJá.

No dia 17 de março em Guarulhos acontece a primeira corrida de rua em homenagem à banda Mamonas Assassinas, cujos integrantes eram moradores da cidade. O trajeto vai do Sam’s Club até o Parque Cecap, bairro de origem dos músicos onde há uma praça em homenagem ao grupo. Haverá show com a banda cover oficial dos Mamonas ao final do evento, além de food trucks estacionados na região.

Os interessados podem se inscrever nas seguintes modalidades: 5 ou 10 quilômetros para corrida e caminhada de 5 km. As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de março ou até se esgotarem as vagas (o limite é de 2 mil participantes). A taxa de inscrição é de R$ 75,00 mais a taxa do site. Pessoas com mais de 60 anos têm desconto de 50%. Acesse o link do evento aqui.

##RECOMENDA##

Em março de 2019 faz 23 anos que um acidente aéreo na Serra da Cantareira matou os cinco integrantes da banda, um segurança e um assistente de palco, além do piloto e do copiloto da aeronave.

 

Serviço:

Evento: Corrida Mamonas Assassinas 2019 – Guarulhos

Modalidade: corrida de rua

Data: 17/03/2019 (domingo)

Local: Sam's Club (largada e chegada)

Horário: 8h

Endereço: Rua Padre Celestino 400, Centro – Guarulhos (SP)

 

Por Laura Dantas

[@#galeria#@]

No último sábado (17), a ilha de Mosqueiro foi sede da 1ª edição do Rally Amazônico de Kitesurfe, esporte aquático que utiliza uma pipa e uma prancha com suporte para os pés. O desafio era chegar primeiro na orla de Icoaraci, distrito de Belém, distante 35 quilômetros do local da largada, a praia do Chapéu Virado. O evento contou com a participação de atletas locais e do Estado do Amapá.

##RECOMENDA##

Segundo as informações de Jorge Raiol, professor de kitesurfe e idealizador do evento, o Rally Amazônico é uma prova de resistência. Os participantes devem concluir o percurso no menor tempo possível. A prova exigiu uma condição técnica avançada por parte dos atletas, para um percurso em rios com grandes ondas e bastante vento. 

Jorge Raiol disse que na prova há alguns obstáculos. “A maior dificuldade é velejar com diferentes intensidades de ventos e altas ondas dificultando a velocidade na água”, explicou. Segundo o professor, a alta temporada em praias de água salgada, como Salinas, Ajuruteua e Marudá, se inicia no mês de agosto com ventos fortes, atraindo os amantes do esporte. Em água doce, a temporada começa em setembro e vai até o mês de dezembro, que são as praias de Mosqueiro, Outeiro, orla de Icoaraci, orla de Belém e Vila do Conde, em Barcarena.

O evento estimula o turismo e a economia na ilha de Mosqueiro. Atrai atletas, curiosos e apreciadores do esporte.

Rodrigo Barros, proprietário do Hostel Casa de Praia, em Mosqueiro, destacou o apelo turístico da prova. “Esse tipo de evento é muito interessante para o turismo, visto que atrai atletas e apreciadores. Atração bonita de ver, além de aquecer o comércio local”, disse. Os três primeiros colocados foram Eliton Franco, do Amapá; Gigante, do Pará; e Francimar Chumbinho, do Amapá.

O site Infoescola tem informações detalhadas sobre o kitesurfe: “É um esporte aquático que utiliza uma pipa ou papagaio e uma prancha com suporte para os pés, sendo o objetivo 'voar' e deslizar sobre a água, puxado pela pipa. É uma mistura de windsurfe, surfe e wakeboard. Este esporte é bem recente e está ficando popular no Brasil e no mundo. A pipa é presa em um cinto, na cintura do esportista, e ele se coloca em cima da prancha sobre a água. A partir daí o vento impulsiona a pipa, fazendo a prancha deslizar sobre a água. O esportista tem uma barra de controle, com a qual pode escolher seu trajeto e realizar saltos incríveis. O kitesurfe foi criado em 1985 por dois franceses: Bruno e Dominique Legaignoux. O nome vem da junção de duas palavras inglesas: kite, que significa pipa, e surf, que quer dizer deslizar sobre a água”.

 

A Secretária de Estado de Esporte e Lazer (Seel) divulgou a lista definitiva dos esportistas selecionados para o programa Bolsa Talento. A relação contempla 77 nomes, em modalidades olímpicas, paralímpicas e amadoras. Os atletas contemplados deverão comparecer na Seel, munidos com a declaração de atividade esportiva, devidamente assinada, a partir do dia 8 de novembro. Veja lista dos bolsistas aqui.

Os atletas selecionados deverão comparecer na sede da secretaria, localizada rodovia Augusto Montenegro - km 3, em Belém, no horário de 9 às 15 horas. Aqueles que tiverem menos de 18 anos devem ir acompanhados do responsável legal.

##RECOMENDA##

Depois de um processo de inscrições, avaliações de documentos, prazos para recursos e comprovação das informações esportivas apresentadas pelas entidades, a secretaria homologou o resultado final do edital 001/2017 – ano base 2016, com 28 nomes na categoria Nacional, com bolsa de R$ 1.018,67, e 49 na Estadual, no valor de R$ 679,12. Os finalistas irão receber o apoio por 12 meses.

"A transparência com que o edital é posto, proporciona e reforça o compromisso de investimento nos nossos esportistas para que eles continuem crescendo em suas respectivas modalidades. É importante frisar que o programa é mais um auxílio para que os paraenses consigam trazer resultados cada vez melhores e chegar no lugar mais alto do pódio”,  disse Cláudia Moura, titular da Seel.

O programa Bolsa Talento foi criado em março de 2008 pelo Governo do Estado do Pará, como forma de estimular o desenvolvimento físico, social e psicológico de atletas que representam o Pará em competições dentro e fora do estado.

Da assessoria da Seel.

 

Neste sábado (29), o Cabo de Santo Agostinho receberá mais uma edição da Arena Cabo Fight - circuito de MMA amador. O evento acontece na Praça 9 de Julho, na PE-60, às 19h.

O torneio, uma realização conjunta da Vale Tudo Entretenimento, Federação Pernambucana de Muay Thai e da Prefeitura Municipal do Cabo de Santo Agostinho, já conta com a confirmação de com 20 lutadores do município e região.

##RECOMENDA##

A competição espera atrair cerca de duas mil pessoas à Praça 9 de Julho para assistir diversas lutas de artes marciais como boxe, muay thai, jiu-jitsu, k1, entre outras modalidades.

Atletas de outros estados poderão participar do evento, que realizará as inscrições horas antes do início dos confrontos. A premiação será simbólica, com a entrega de troféus e medalhas aos vencedores.

De acordo com o organizador do evento, Rodrigo Coutinho, “o torneio visa ampliar as oportunidades e promover o desenvolvimento esportivo e integral dos jovens e população em geral. Utilizando o esporte como via integrante das mais diversas dimensões da educação cognitiva, afetiva, produtiva e social”.

Serviço

Arena Cabo Fight - circuito de MMA amador

Sábado (29), a partir das 19h

Praça 9 de Julho, na PE-60, Cabo de Santo Agostinho-PE

Por Thiago Herminio

A Federação Equestre de Pernambuco mostrou, mais uma vez, a sua força no hipismo ao conquistar dois títulos individuais, neste domingo (15), no Campeonato Brasileiro da modalidade, realizado no Clube Hípico de Santo Amaro. O cavaleiro Henrique Maranhão, com Coral Rec Xango, na categoria Mirim (1,20m); e Paulo Miranda, com Tanita, na Júnior (1,40m), levaram o Estado ao lugar mais alto do pódio.

Com os títulos, Henrique Maranhão e Paulo Miranda cravaram a classificação para o Campeonato Sul-Americano de Hipismo, que vai acontecer no Chile, de 29 de outubro a 4 de novembro deste ano. Henrique Maranhão, inclusive, foi medalha de bronze na competição internacional de 2017 e campeão em 2016.

##RECOMENDA##

“Foi uma conquista emocionante num final de semana que deu tudo certo. Henrique montou muito bem. Ele é estrategista e consciente do que precisa fazer. A égua também estava na melhor da forma e tudo deu certo. Henrique Maranhão conseguiu ser campeão por equipes sendo o último cavaleiro a saltar alcançando o resultado que o time precisava e, no individual, baixou o tempo necessário para ser campeão. Ele teve uma grande participação no Campeonato Brasileiro”, afirmou o técnico da jovem revelação, André Felipe.

Emocionado com o título, Paulo Miranda dividiu os méritos com as pessoas que o ajudaram na preparação para o torneio. “É uma emoção muito grande conquistar o segundo título Brasileiro. Queria agradecer a toda equipe, ao tratador Dida, ao meu treinador e ao proprietário da égua. Todos foram importantes para o título”, resumiu. 

No sábado, Pernambuco teve outro grande resultado. Na Pré-Júnior, João Pedro Chaves terminou na sexta colocação. E no seu primeiro ano na categoria, o cavaleiro tem muitas chances de se classificar para o Sul-Americano. João Marcelo Santos com By Hanna Lord Pequim, no Mirim, também está na expectativa de ser um dos escolhidos pela CBH, após o bom desempenho no Campeonato Brasileiro.

Campeão por equipes

A FEP também conquistou o título do Campeonato Brasileiro de Hipismo por equipes, na categoria Mirim (1,20m), na última sexta-feira (13). Com quatro cavaleiros na disputa, o Estado terminou a competição zerado e com o troféu de campeão. A equipe pernambucana foi formada com: Henrique Maranhão/Coral Rec Xango, João Felipe Gomes/CS Xairel, João Marcelo Santos/By Hanna Pequim e Paulo Henrique Amorim Paulo/Tiffany.

Critério de classificação

Para definir a equipe do Brasil no Sul-Americano, a Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) soma os pontos dos cavaleiros em duas das quatro seletivas mais o resultado no Campeonato Brasileiro, finalizado neste domingo. No final, a equipe será formada com os três primeiros da Seletiva, os três primeiros do Brasileiro, além de quatro cavaleiros escolhidos pela CBH pelo critério subjetivo.

Da assessoria

A Copa do Mundo de Quadribol, esporte praticado pelos bruxos da saga "Harry Potter", será disputado entre os dias 27 e 1º de julho, em Florença, na Itália.
    Organizado pela Associação Internacional de Quadribol (IQA, em inglês), em parceria com o grupo Human Company e a Prefeitura de Florença, o campeonato contará com a presença de 29 países e comemorará o aniversário de 20 anos do lançamento do primeiro livro da série.

Adaptado dos livros de J.K. Rowling, o Quadribol combina o rugby e a queimada, em um esporte que visa a velocidade e o contato.

##RECOMENDA##

Apelidado de Quadribol dos "trouxas", que são os seres não-mágicos de Harry Potter, os atletas sobem em vassouras e devem acertar os "balaços", bolas de queimada, nos outros jogadores, e as "goles", bolas de vôlei murchas, nos alvos. O jogo termina quando o "pomo de ouro", representado por uma bola de tênis dentro de uma meia, é pego.

A cerimônia de abertura, no dia 27 de junho, será no centro histórico de Florença e as disputas oficias durante os seis dias de torneio serão no Campo de Marte. O Brasil e a Itália começam a Copa ambos no grupo C.

Ao longo da semana, eventos como caça ao tesouro e visitas relacionadas ao tema invadem Florença para festejar o mundo de Hogwarts. A Human Company é o principal organizador do calendário do evento, além de hospedar os times e as equipes técnicas no novo Firenze Camping in Town, a poucos quilômetros do centro histórico.

Da Ansa

Norma Possent, que completará 86 anos no próximo mês, pratica esportes e fica atenta para novas competições. A idosa, que mora no município de Guarulhos, participou dos jogos regionais de atletismo, na modalidade corrida e caminhada e ganhou a medalha de prata, com o segundo lugar.

Sua filha, Nilvani, se emociona ao falar de sua mãe atleta. “Ela tem mais disposição que muitos jovens. Participa de competições, treina duas vezes por semana e é completamente independente”. Nilvani relembra que ganhou uma medalha de prata, pelo segundo lugar, e a classificação para os Jogos Abertos para representar nossa cidade”. Ela não quis mais parar. Aumentou a rotina de seus treinos, mudou a alimentação que já era disciplinada e fica atenta para novas competições. Duas vezes na semana ela faz corrida no bairro do Lago dos Patos, e também treina os músculos, com personal trainer. Norma afirma que o esporte mudou sua vida e aproximou de mais amigos e aumentou a vontade de viver. Diz também que sua rotina é simples, e é uma boa alternativa de manter a vitalidade. Ela mora sozinha, faz trabalhos domésticos e ainda dirige. “Faço questão de ter muitas atividades no meu dia - dia para exercitar a mente”.

##RECOMENDA##

Para o futuro, Norma revela seus planos. “Quero ter saúde para continuar praticando esportes e competindo por Guarulhos. Também quero ter muita disposição para promover os almoços de domingo para minha família, que são tão especiais”, afirma.

O Pará subiu no pódio em Barcelona, na Espanha. O atleta Alexandre Castro conquistou a medalha de bronze no Master International IBJJF Jiu-Jítsu Championship, categoria superpesado, no último final de semana.

"Me preparei a vida inteira para esta oportunidade e felizmente consegui esse resultado importante para o nosso estado. Dediquei horas do meu dia e da minha profissão para honrar quem acreditou em mim, como meus amigos, minha família, a Seel e apoiadores", comemorou Alexandre.

##RECOMENDA##

Aos 33 anos, Alexandre tem uma história vitoriosa na modalidade. O faixa-preta é terceiro grau mestre, atual campeão mundial da CBLP (Confederação Brasileira de Lutas Profissionais na categoria absoluto, tricampeão Norte-Nordeste, primeiro do ranking estadual da Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu Desportivo (CBJJD), entre outras conquistas.

Mestre da academia Castro Team, Alexandre procura incentivar nos jovens a prática do esporte. Há seis anos, realiza um projeto social atendendo cerca de 50 alunos em situação de risco, entre 5 a 15 anos, na academia que fica na travessa Angustura. "Alexandre é um exemplo de cidadania. Ele é um atleta que traz resultado e dá visibilidade para o nosso Estado, além de se preocupar com os nossos jovens. O trabalho dele é interessante e a Seel está de portas abertas para atletas desse nível", disse Cláudia Moura, Secretária de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

Alexandre desembarcou em Belém na terça-feira (8) e agora vai se preparar para o World Master IBJJF Jiu-Jítsu Championship, de 22 a 25 de agosto, em Las Vegas, Nos Estados Unidos.

 Da assessoria da Seel.

A equipe masculina de handebol Herkule-Guarulhos garantiu vaga na final da Liga Paulistana de Handebol. Jogando na categoria “cadete”, a equipe conseguiu a façanha após vencer o time do Hebraica por 29 a 25 no último domingo (6 de maio).

O time de Guarulhos espera para saber quem vai ser seu adversário na final. A decisão sai do jogo entre Pinheiros e São Caetano.

##RECOMENDA##

Alexandre “Zuza”, técnico do Hérkule-Guarulhos considera estar na decisão uma enorme conquista. “Iniciamos este ano com a categoria cadete e conseguimos estar entre os dois melhores da competição. Guarulhos não chegava nessa fase, no cadete, há muito tempo. Estou muito feliz por mais esta marca do Hérkules”, finalizou.

A equipe vai treinar durante a semana visando a final do torneio, que será em jogo único.

Se o adversário for o São Caetano, a partida será disputada em Guarulhos, mas se for enfrentar o Pinheiros o Herkule irá até a capital.

Eleito melhor goleiro da Copa do Mundo dos sem teto em 2016, torneio criado para promover a conscientização sobre atletas sem teto, ou portadores de alguma deficiência, a carreira de Eman Sulaeman no esporte começou aos oito anos de idade, enfrentando muita dificuldade e alguns preconceitos. Ele nasceu apenas com uma perna e metade de outra. Hoje, aos 30 anos, o arqueiro é tido como inspiração pelos torcedores.

Isso porque a deficiência não foi obstáculo suficiente para o impedir de buscar seus objetivos no esporte, tanto que seu maior sonho - atualmente - é alcançar os Jogos Paralímpicos. Esse sonho já pode ser realizado em Tóquio, em 2020. Confira mais sobre essa história no vídeo:

##RECOMENDA##

[@#video#@]

No ultimo domingo (8), Ronda Rousey estreou com o pé direito no WWE (maior evento de lutas coreografadas do mundo). A lutadora participou da Mercedes-Benz Superdome, em New Orleans (EUA). 

Ronda usou a tradicional chave de braço para conquistar o título de campeã. Na luta ela fez dupla com o medalhista olímpico Kurt Angle, enfrentando Stephanie McMahon, filha de Vince McMahon, dono do WWE, e Triple H, um dos grandes ícones do evento. Triple H e McMahom usaram todas as estratégias para saírem vitoriosos na luta, mas não teve jeito. Rousey conquistou o título de campeã e além de ter seu nome gritado pelo publico, recebeu os aplausos de Dana White, presidente do Ultimate.

##RECOMENDA##

As inscrições para a 1ª Corrida Contra a Corrupção, organizada pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), encerram nesta quarta-feira (14). Os interessados devem acessar o site www.eventbrite.com.br e se inscrever uma das três categorias disponíveiss: Corrida Kids (para crianças), Caminhada 2 km (para famílias, crianças e idosos) e Corrida 5 km e 10 km (profissionais, amadores e portadores de necessidades especiais). Os preços variam de R$ 30,00 a R$ 80,00 de acordo com a categoria escolhida.

A largada será no Busto de Tamandaré, a partir das 6h30. Os participantes receberão kits compostos por camisa com proteção UV, bolsa, viseira, medalha e chip de cronometragem. Isotônicos e água serão distribuídos para todos os inscritos. Os primeiros lugares nas provas de 5 km e 10 km ganharão bolsas de um ano no CNA e na academia na Fórmula. O segundo lugar, seis meses de bolsas e o terceiro lugar 30% de desconto nas mensalidades das duas empresas.

##RECOMENDA##

A prova contará com shows das bandas Eletro In Sax e Impulso, no ponto de concentração, e para os atletas dos percursos de 5 e 10km os DJs Vinny e Sony farão a sonorização ao longo das provas. As crianças também terão uma Arena Kids, que será montada na orla, com brinquedos e a animação e organização do Popotamus Buffet, Imaginart e Circus.

Estão abertas as inscrições para os Jogos Escolares de Pernambuco - JEPs 2018. A primeira etapa serve para as modalidades coletivas da Fase Regional Metropolitana, no Grande Recife, nas categorias Mirim (12 a 14 anos) e Infantil (15 a 17 anos). A edição anterior reuniu mais de 1,2 mil atletas nas quatro modalidades da disputa; handebol, basquete, futsal e voleibol.

As escolas interessadas podem confirmar suas participações junto à Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Estado até o próximo dia 5 de março. Mais informações pelos telefones 3184-2674 ou 3184-2675. 

##RECOMENDA##

[@#galeria#@]

A região do Marajó é a terceira a receber o projeto Pará Aquático. O núcleo foi implantado oficialmente em Portel neste domingo (22), em cerimônia que contou com a presença de autoridades na orla da cidade. A inauguração fez parte da programação dos 260 anos do município, comemorados no dia 24. A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) implantou, desde a reformulação do projeto, outros três núcleos no Estado. "Com mais esse núcleo, já somamos 320 alunos contemplados pelo projeto em três Regiões de Integração. O esporte na região ganha mais um incentivo, a modalidade com certeza se desenvolverá e daqui sairão grandes atletas. Continuamos na luta por mais atletas paraenses em principais competições, como as Olimpíadas", declarou Renilce Nicodemos, titular da Seel.

##RECOMENDA##

A execução do projeto em Portel é de responsabilidade da prefeitura. Os professores e monitores são do próprio município e participaram da capacitação realizada no período de 11 a 19 de novembro pela Seel. O projeto ensina, além da prática de canoagem, a discussão de temas socioambientais. "Temos um grande potencial natural a nosso favor, e agora com o projeto teremos a técnica para formar novos atletas e cidadãos melhores. O cunho social do projeto é forte e com certeza trará benefícios para a sociedade também", disse Manoel Maranhense, prefeito de Portel.

A cidade do Marajó se junta a Santarém, Oriximiná e Senador José Porfírio no incentivo à prática de canoagem de velocidade do Pará. Cada núcleo do projeto da Seel conta com dez caiaques, dez remos, 12 coletes e três raias de 200 metros, podendo atender até 80 adolescentes e jovens, de 13 a 18 anos. "Com o projeto, a modalidade chega de forma qualificada na cidade. Aqui eles já possuem o espaço natural para o treinamento, além da forte ligação com o rio. Já nas primeiras aulas percebi a desenvoltura deles dentro o caiaque. Agora é só ensinar a técnica", afirmou o professor de educação física e coordenador do núcleo, Arisnei Dias.

O Pará Aquático é originário do antigo projeto Navegar, que foi realizado no Pará nos anos anteriores em parceria com o Ministério do Esporte, e visa ao desenvolvimento da canoagem de velocidade e na revelação de novos talentos. A Seel reformulou a metodologia para massificar a prática esportiva da modalidade náutica, considerando o meio ambiente favorável e a identidade cultural da população ribeirinha. "Meu pai era pescador e me ensinou a remar em cascos de madeira. Quando falaram na escola sobre o projeto, eu fiquei interessada e fui logo me inscrever e ele me incentivou bastante. A primeira vez que entrei no caíque foi muito emocionante. Tem sido uma ótima experiência, e agora eu quero aprender mais, saber mais. Já consigo me equilibrar e próximo passo é conseguir remar com velocidade", disse Lidia Moraes, 15 anos, aluna já inscrita no projeto.

O próximo município a implantar o projeto é Conceição do Araguaia, no sudeste paraense, que já recebeu a capacitação. A previsão é que o projeto seja implantado em mais quatro municípios neste primeiro semestre de 2018.

Da assessoria da Seel.

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), lançou o edital 001/2017 do programa Bolsa Talento - Ano base 2016. A iniciativa visa estimular atletas de rendimento de modalidades esportivas, olímpicas e paralímpicas. O edital já está disponível no site da Seel, e o processo de concessão da bolsa começou no dia 8 de janeiro, com o cadastro das entidades.

"Esse programa é um dos mais importantes da Seel, pois busca dar melhores condições para o nossos atletas brilharem e alcançarem conquistas para nosso estado. Como as indicações partem das entidades, com avaliação da secretaria, o processo beneficia quem realmente vem tendo grandes resultados", disse Renilce Nicodemos, titular da Seel. As entidades de 37 modalidades podem indicar até dez atletas, paratletas, técnicos e guias que estejam em plena atividade. O beneficiado receberá 12 parcelas, de acordo com a categoria, sendo R$ 679,12 para a estadual e R$ 1.018,67 para nacional.

##RECOMENDA##

O último edital contemplou 161 atletas, tendo 26 PCDs (pessoas com deficiência), 53 na categoria nacional e 82 na estadual, somando um incentivo de R$ 1.642.102,44. Um dos exemplos é o judoca Rafael Ribeiro, que em 2017 chegou a participar da Seletiva Olímpica para Tóquio 2020. "Temos muitos gastos no esporte com a alimentação, acompanhamento técnico, treinos e os campeonatos. Com o incentivo, temos a oportunidade de treinar com mais condições e ter melhores resultados. Isso é muito bom para qualquer atleta, poder fazer seu trabalho e representar o Pará", disse o atleta.

O Programa Bolsa Talento foi criado pela Lei 7.119, de 31 de março de 2008, como forma de estimular o desenvolvimento físico, social e psicológico dos atletas. As federações devem enviar a indicação dos pleiteantes por meio do formulário eletrônico, disponibilizado no site da Seel. Para maiores informações, os interessados podem entrar em contato com a comissão de avaliação pelo telefone (91) 3201-2347 ou através do e-mail bolsatalento.dtel@gmail.com.

Segue o link para acessar o edital e os formulários em anexo: seel.pa.gov.br/content/bolsa-talento

Da assessoria de comunicação da Seel.

Nos dias 16 e 17 de dezembro, o município de Camaragibe, Região Metropolitana do Recife, receberá a 1ª Copa Nordeste das Federações de Tiro com Arco, promovida pela Diretoria da Federação Pernambucana de Tiro com Arco (FPETARCO). A competição terá nove estados participantes e, entre os competidores, estará a campeã brasileira indoor 2017 e camaragibense Raiana Alves. 

No sábado (16), às 8h, haverá uma oficina de demonstração para os alunos da rede pública de ensino. A partir das 13h começará o treino oficial, tendo a abertura do torneio às 16h, com todas as delegações, autoridades e participação da banda marcial da Escola Deputado Oscar Carneiro, para a execução do hino nacional e abertura oficial da competição.

##RECOMENDA##

Já no domingo (17), a partir das 7h30, serão os rounds classificatórios, tendo o resultado válido para a 7ª Etapa Pernambucana e Brasileira de Outdoor Interclubes. A fase eliminatória acontecerá na parte da tarde, às 13h, por meio de combates, sendo seguida pela premiação e encerramento do evento.

O evento correrá no Estádio Professor Luiz Alexandrino, localizado na Rua Beco, 52, Vila da Fábrica. Confira o cronograma:

1ª Copa Nordeste das Federações de Tiro com Arco

Sábado (16)

8h – Oficina de demonstração para os alunos da rede pública de ensino

12h às 13h – Intervalo

13h às 16h – Treino oficial + inspeção de material + reunião de capitães

16h – Abertura oficial

Domingo (17)

7h30 – Rounds Classificatórios

12h às 13h – Intervalo

Laryssa Teixeira, Bianca Lopes e Giulia Fracari, que ganharam medalha de ouro representando Guarulhos no Campeonato Brasilerio, em Goiânia, na categoria de 9 a 15 anos, estará presente no Campeonato Estadual de Ginástica, no dia 25, a partir das 9h, em Guarulhos.

Além das meninas que ganharam ouro, a dupla Pamela Aleixo e Emilly Rafaele ficou com o bronze, e Roberta Leane e Rafaela Alexandre na 4ª colocação, na categoria de 9 a 15 anos.

##RECOMENDA##

“Foi uma participação maravilhosa por ser uma estreia no Campeonato Brasileiro. As meninas foram elogiadas por toda a arbitragem. Acredito que tenham um futuro muito promissor na modalidade”, afirmou a técnica Ana Cecília.

Outra conquista das ginastas de Guarulhos foi para Gabriella Moino, Deborah Teixeira e Giovana Marinho, que foram convocadas para participarem do Mundial na Bélgica, que acontecerá em 2018.

As meninas ficaram em segundo lugar na categoria de 12 a 18 anos, souberam da notícia logo após o campeonato.

“Quando uma atleta sua é convocada para a Seleção a alegria é igual para o treinador. É o ápice de um trabalho. Espero que elas consigam um bom desempenho no mundial e permaneçam representando nosso país”, declarou Ana Cecília.  (Por  Beatriz Gouvêa)

No próximo sábado (25), o Rio de Janeiro-RJ será sede de um torneio de Fut7, o popular futebol society. Com oito equipes, representando seis Estados das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste, a curiosidade está no regulamento; será o primeiro torneio 100% gay no Brasil. A promessa vem da organização da LiGay Nacional de Futebol. Na 'Champions LiGay', como é chamada a competição, existe uma regra acima de todas as outras que regem o desporto: hetero não pode jogar.

Dentro de um cenário preconceituoso que rege o futebol, a proposta do evento é dar luz a um tema sério; a homofobia e suas consequências para homens que desistiram do esporte por conta da opressão. Foi assim que surgiu a liga, em agosto deste ano, na intenção de trazer um ambiente mais acolhedor ao desporto que costuma ser instrumento de integração. Para a disputa, estão inscritas seis equipes, nas quais cada atleta teve que custear suas passagens e hospedagens. Confira os times participantes por Estado:

##RECOMENDA##

Distrito Federal - Bravus FCG

Minas Gerais - Bharbixas

Santa Catarina - Sereyos FC

São Paulo - Unicorns Brasil e Futeboys FC

Rio de Janeiro - Allygaytors FC e BeesCats Soccer Boys

Rio Grande do Sul - Magia Sport Club

O campeonato será realizado no Complexo Esportivo Rio Sport Center, na Barra da Tijuca, de 12h às 19h, seguido de festa prevista para às 19h. A disputa irá seguir as regras do Fut7, tendo cada time seis na linha e um goleiro e, no máximo, 16 atletas escritos por equipe. Uma das regras principais da Champions Ligay é que não pode haver heteros, sob a pena de exclusão da agremiação que desrespeitar a restrição. A organização acredita que tal norma ajuda a reforçar a proposta inicial de que gay pode jogar bem futebol.

Para o público em geral, o ingresso custa R$ 40 (segundo lote), dando direito à acompanhar a disputa e participar da festa. Estão previstas atrações musicais, sorteio de brindes, quadra livre caso alguém queira jogar, foodpark, bar, stand da granado e outras atividades quem serão reveladas no dia do evento. Os ingressos podem ser adquiridos com os integrantes do BeesCats ou pelo site de ingressos Sympla. A organização ainda oferece transfer gratuito para o local saindo da Estação Metrô Jardim Atlântico, das 14h às 18h, sendo necessária a apresentação do ingresso.

Após quatro anos sem participar dos Jogos Abertos do Interior, Guarulhos retornou à competição, que está na 81ª edição e será realizada de 15 a 56 de novembro. Esse ano o evento será realizado nas cidades de São Bernardo, São Caetano, Santo André, Mauá e Ribeirão Pires.

Guarulhos está concorrendo em 12 categorias: atletismo masculino e feminino, boxe masculino e feminino, ciclismo masculino e feminino, handebol feminino, ginástica artística feminina, ginástica rítmica feminina, Kickboxing masculino e feminino e karatê masculino.

##RECOMENDA##

“O fato de participar dos Jogos Abertos já é uma grande conquista para o município. O nível do torneio é mais difícil do que os Regionais, porém, vamos fortes em busca de medalhas” afirmou o chefe da delegação e diretor de Esporte da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Secel), Wilson David. (Por Beatriz Gouvêa)

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando