Cultura

| Artes Cênicas

Neste domingo (24), às 18h, o Teatro Beberibe, no Centro de Convenções de Pernambuco, localizado em Olinda, recebe o espetáculo de balé “Clara e o Quebra Nozes”, formado por crianças e adolescentes carentes de Olinda.

O evento contará com apresentações de construções e performances de 92 crianças e adolescentes das turmas de balé, teatro e canto, que compõem as atividades fornecidas no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, executado pela Associação Nossa Voz e Ação.

##RECOMENDA##

Em parceria com a Prefeitura Municipal de Olinda, a instituição atende cerca de 400 crianças e jovens em situação de vulnerabilidade, residentes em bairros do município.

Serviço

Espetáculo Clara e o Quebra Nozes

24 de março | 18h

Teatro Beberibe (Av. Prof. Andrade Bezerra, s/n - Salgadinho, Olinda)

Gratuito

O espetáculo musical A Família Addams voltarará ao Recife para uma nova temporada que começa hoje (21) e vai até sábado (23). A apresentação será no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, zona sul de Recife.

O musical será cantado ao vivo com as canções originais que serão adaptadas para o português. Fazem parte do espetáculo cerca de 80 integrantes, entre atores, bailarinos e cantores. Rita Vieira dirige e é a coreografa enquanto Rodrigo Damo será o diretor artístico.

##RECOMENDA##

A Família Addams é uma comédia musical baseada nos personagens criados por Charles Addams em seus desenhos. São uma família americana com afinidades para coisas macabras, mas de maneira leve e desconstruída. O espetáculo conta a história de uma reunião anual dos membros da família (vivos e mortos) para celebrar o que é ser um Addams.

O musical estreou na Broadway em abril de 2010 e ficou em cartaz até Dezembro de 2011 e conta com as letras e músicas de Andrew Lippa. No final de 2011, o musical saiu em turnê nacional por vários teatros dos Estados Unidos.

A apresentação é livre para todos os públicos e os ingressos podem ser adquiridos através do número do Studio de Danças, (81) 3231-4884 ou na loja Cia do Dengo localizada em alguns shoppings como o Guararapes, Recife, Tacaruna, RioMar, Plaza e Patteo Olinda.

Serviço

A Família Addams

Data: 22 de março, às 20 horas (aberto ao público)

 23 de março às, 19 horas (aberto ao público)

21 e 22 de março às 15 horas (projeto escola)

Local: Teatro Luís Mendonça – Parque Dona Lindu

Ingressos: Studio de Danças (81-3231.4884) ou nas loja Cia do Dengo dos Shoppings Guararapes, Recife, Riomar, Tacaruna, Patteo Olinda e Plaza.

Por Márcio Santos

 

 A Escola Nacional de Circo, da Fundação Nacional de Artes – Funarte, abriu inscrições para o processo seletivo do Laboratório ENC 2019. No programa, serão selecionados projetos de residências artísticas e intercâmbio, individuais ou coletivas, relacionados às artes circenses. O prazo de inscrições é até dia 29 de março.

Podem concorrer no Chamamento Público para o Laboratório ENC: pessoas físicas; grupos (duos, trupes, companhias, coletivos) e profissionais ou estudantes circenses estrangeiros. Os responsáveis pela inscrição nos módulos para residências artísticas individuais ou de grupos devem ser brasileiros natos ou naturalizados. Porém, estrangeiros podem participar como integrantes de grupos, ou se inscrever individualmente no módulo de Intercâmbio, em formulário específico.

##RECOMENDA##

As inscrições podem ser realizadas nos seguintes módulos: A) Residências Artísticas Individuais; B) Residências Artísticas de Grupos; e C) Intercâmbio. Mais informações estão no nos itens 1 e 2 do Chamamento Público e em seu Anexo I.

Os projetos inscritos serão avaliados por uma Comissão de Seleção, composta por profissionais do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro e da Escola Nacional de Circo, e presidida pelo Coordenador desta (mais informações no item 4 do Chamamento).

O material necessário para inscrição deve ser encaminhado exclusivamente para o e-mail:laboratorioenc19@gmail.com, em mensagem única, até o dia 29 de março de 2019, colocando no assunto: “INSCRIÇÃO NO MÓDULO [A, B ou C, conforme o caso]”.

Para baixar o texto completo do chamamento, a0 ficha de inscrição e demais documentos, os interessados devem acessar o site da Funarte.

*Da assessoria de imprensa 

Em seu quarto especial de comédia, Afonso Padilha, revelação do novo stand up no Brasil, fala sobre assuntos do dia a dia de uma forma muito mais divertida do que você possa imaginar. Seus shows estão em destaque no Netflix e agora ele vem a Belém mostrar seu novo show de humor.

Em “Alma de Pobre”, o humorista, comediante e roteirista curitibano fala sobre estigma social, usando histórias pessoais para ilustrar que não importa o quanto de dinheiro você ganha de dinheiro, continuará sendo pobre.

##RECOMENDA##

Afonso Padilha trabalha com comédia desde meados de 2010. Como roteirista, já escreveu peças para canais como Porta dos Fundos. Como comediante, participa dos principais shows em casas da cena nacional, além de fazer parte do “4 AMIGOS”, maior grupo de stand up comedy da atualidade. 

Serviço

Afonso Padilha apresenta “Alma de Pobre”

Data: 03/04

Hora: 21H

Local: Teatro Margarida Schivasappa, no Centur

Ingressos: Primeiro lote: R$ 50,00 (inteira) //R$ 25,00 (meia)

                   Segundo lote: R$ 60,00 (inteira) //R$ 30,00 (meia)

                   Terceiro lote: R$ 80,00 (inteira) //R$ 40,00 (meia)

Vendas: www.unigressos.com.br

Classificação: 14 anos

Informações: @semcenário

Da assessoria do evento.

 

Começa no próximo dia 26 de março no Museu Paço do Frevo, as oficinas de Frevo Cinquentão ministradas pelo professor Otávio Bastos do canal 'Mexe Com Tudo' (YouTube), considerado uma das maiores referências na dança do frevo no mundo. A oficina promete explorar a divertida dança do cinquentão, que é uma das modalidades do frevo onde os movimentos são curtos, colados a música e com muita munganga. As vagas são limitadas. A oficina será dividida em duas turmas e terá um valor de R$ 240, com duração de 8 semanas.

Segundo Otávio o Cinquentão é uma das modalidades do frevo dança, já catalogada pelo Mestre Nascimento do Passo, que consiste em um frevo pouco acrobático, que lida com a criatividade, a improvisação. Na oficina o aluno será encorajado a abonar certos padrões de beleza, através do estímulo à criatividade e a imaginação na busca por uma poética dançante. A ideia é que cada um desenvolva sua própria dança respeitando corpos e limites. A oficina pode ser feita por jovens e adultos de 16 a 65 anos com ou sem experiência em dança.

##RECOMENDA##

Serviço

Oficina de Frevo Cinquentão - Otávio Bastos

Turma 1: segundas e quartas de 26/03 à 15/05 | 19h às 20h30

Turma 2: Terças e quintas de 26/04 à 16/05 | 19h às 20h30

R$ 240 (Valor pode ser dividido em 2 vezes)

Museu Paço do Frevo (Praça do Arsenal da Marinha, S/N, Recife-PE)

Pré inscrição

Leonor, peça teatral criada por Euclides Fonseca, vai ser reexibida no Teatro Santa Isabel, local onde foi realizada sua primeira exibição em 07 de setembro de 1883. A obra é a primeira ópera feita por um pernambucano, foi exibida uma única vez no ano de 1883 e teve sua apresentação incompleta por falta de recursos para figurino e cenários.

A história se passa na ilha de Itamaracá, durante a ocupação holandesa em Pernambuco, e é inspirada na lenda das mangas de jasmim. A ópera conta a história de Leonor, uma nobre e rica jovem, que se apaixona por uma rapaz simples, Antônio. O pai de Leonor, não apoia a relação e faz com que Antônio decida ir para guerra contra os holandeses em busca de riqueza e glória.

##RECOMENDA##

Com uma duração aproximada de 1 hora, a ópera possui um único ato e é composta por três cantores solistas, em conjunto com um coro de vozes mistas e uma orquestra de formação sinfônica.

O elenco conta com Jéssica Soares e Natalina Chikushi como Leonor, Diel Rodrigues e Lucas Melo como D. Antônio enquanto Anderson Rodrigues e Tiago Costa vivem Dom Nuno. Os ingressos podem ser adquiridos no Teatro Santa Isabel e custam entre R$ 20,00 e R$ 10,00.

Serviço

Ópera Leonor

Local: Teatro Santa Isabel

Data: 28, 29, 30 de março às 20h e dia 31 de março as 19h

Ingressos: R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 meia

Sessão gratuita para escolas públicas e deficientes visuais: 28 e 29 de março as 16h. (Previamente agendada com a produção)

Classificação: Livre

Local de Venda: Teatro de Santa Isabel

Por Márcio Santos

Nesta terça (19), o Teatro de Santa Isabel retoma o projeto Teatrando!. Nele, o público tem a oportunidade de conhecer as instalações do teatro, além de participar de jogos e brincadeiras durante a visita que tem duração média de duas horas e é gratuita.

A visita mistura arte, jogo e mistério, além de apresentar as instalações do Teatro e contar sua história de 168 anos. Durante o Teatro Jogo, chamado Proscenium, os espectadores viram atores e jogadores e brincam como se estivessem em um jogo de RPG, resolvendo desafios.O  projeto é idealizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife

##RECOMENDA##

Para participar do Teatrando! é preciso fazer um agendamento prévio pelos telefones (81) 3355-3323 e 3335-3324.

Serviço

Proscenium

Terça (19) | 15h

Teatro de Santa Isabel

Gratuito

O espetáculo “Um minuto para dizer que te amo”, do Matraca Grupo de Teatro, iniciou temporada na quinta-feira (14), no Teatro Marco Camarotti, no Sesc Santo Amaro, no Recife, e segue com apresentações até o dia 31 de março.

A peça aborda o Mal de Alzheimer e traz a história de duas mulheres: a mãe de Lúcio e Amélia, uma cuidadora contratada que, por meio da música, cria pontes capazes de trazer de volta as lembranças da mãe de Lúcio. No decorrer da narrativa, os personagens mergulham em uma aventura lúdica em busca das melhores lembranças e se deparam com conflitos e a certeza de que só o amor transforma a adversidade da doença.

##RECOMENDA##

O enredo de “Um minuto para dizer que te amo” foi produzido por 6 pessoas de forma colaborativa e foi vencedora de três títulos do Prêmio Cenym, concedido pela Academia de Artes no Teatro do Brasil. Os ingressos desta temporada custam R$ 30 e R$ 15 para comerciários e dependentes e estudantes.

 

Serviço

Espetáculo “Um minuto pra dizer que te amo”

Data e horário: 21, 22 e 28 de março |19h30

16, 17, 23, 24, 30 e 31 de março | 17h

Teatro Marco Camarotti (Rua Treze de Maio, 455. Santo Amaro)

R$ 30 e R$ 15 (comerciários, dependentes e estudantes)

Informações: 3216.1715

*Com informações da assessoria

A 2°edição do ‘Cabaré dos Sonhos’, acontece neste sábado (16), no Espaço Vila, em Santo Amaro, Zona Central do Recife. Com o mote ‘Mulheres Alteradas’, artistas apresentam um recorte da produção circense feminina praticada no Recife.

No espetáculo, 12 artistas entre palhaças, malabaristas e acrobatas, fazem números virtuosos e cômicos.O formato de espetáculo Cabaré remete a espaços de entretenimento da França na época da Belle Époque, com apresentações artísticas e serviço de bar.

##RECOMENDA##

A entrada é baseada no ‘Chapéu consciente’, onde o público contribui com a quantia que desejar. ‘Cabaré dos Sonhos- Mulheres Alteradas’ será exibido às 20h.

Serviço

Cabaré dos Sonhos – Mulheres Alteradas

Espaço Vila (Rua Amarilio Niceas, 76 – Santo Amaro, Recife)

16 de março | 20h

Ingressos: Chapéu Consciente

Teatro, jogo, mistério, brincadeira e aventura compõem a visita Proscenium!, retomando as atividades do projeto Teatrando!, marcado para acontecer na próxima terça (19), às 15h, no Teatro Santa Isabel, na região central do Recife. O evento é gratuito e as inscrições podem ser feitas previamente por telefone. 

Os organizadores do evento prometem uma experiência para conhecer as instalações do teatro, bem como sua história de 168 anos, uma visita que mistura arte, jogo e mistério. O evento é voltado para um público formado por pessoas com mais de 10 anos de idade.

##RECOMENDA##

 A visita tem duração média de duas horas. Durante o Teatro Jogo, os espectadores viram atores e jogadores, que são provocados, como em um RPG, a resolver desafios. O projeto é idealizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, com execução do Instituto de Desenvolvimento e Gestão – IDG.

Serviço

Proscenium

19 de março | 15h

Teatro Santa Isabel (Praça da República, 233 - Santo Antônio, Recife – PE)

Gratuito (Inscrições podem ser feitas previamente pelos telefones: 3355-3323 ou 3355-3324)

 

Está marcado para o final do mês de março as apresentações no Recife do musical “Bem Sertanejo” do cantor Michel Teló, entre os dias 29 a 31 de março no Teatro Guararapes. Os ingressos estão à venda pela internet e os valores vão de R$ 50 até R$ 120. O espetáculo chega pela primeira vez no Norte e Nordeste. A turnê também passará por Salvador, Belém, Maceió, Natal e Fortaleza.

O musical promete uma montagem contando a história da música sertaneja, desde a sua origem caipira, no século 17, até os dias mais recentes, e traz no repertório cerca de 56 sucessos de nomes consagrados, como Tonico e Tinoco, Sérgio Reis, Almir Sater, Renato Teixeira, Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, Zezé Di Camargo e Luciano, Gustavo Lima, Henrique e Juliano, Jorge e Mateus, entre outros. O musical é uma verdadeira viagem por todas as fases da música sertaneja e pela história do Brasil, mostrando as mudanças que o gênero sofreu, acompanhando a saída do homem do campo para a cidade grande. 

##RECOMENDA##

O projeto que começou como um quadro do programa "Fantástico", exibido pela TV Glogo, é um do sonho do cantor Michel Teló. O Bem Sertanejo já virou livro e DVD, o "Bem Sertanejo - O Show". O cantor fez sua estreia como ator, em abril de 2017, com o “Bem Sertanejo – O Musical”.

“O espetáculo é um projeto totalmente diferenciado, um musical teatral caipira que por onde tem passado, emociona. Ele traz uma memória afetiva do público que não imaginei o quanto era forte”, conta Michel Teló. “Ver a emoção e alegria das pessoas vale toda a dedicação e amor que colocamos nesse projeto. Estou animado demais em voltar nessa terceira temporada. É um dos projetos que tive mais prazer e honra em participar na minha vida. Quem gosta de música sertaneja e caipira tem que assistir”, completa.

Serviço

Bem Sertanejo – O musical com Michel Teló

29 a 31 de março

Sexta | uma sessão | 20h30

Sábado | duas sessões | 17h e 20h30

Domingo | duas sessões | 16h e 19h30

Teatro Guararapes

Plateia A R$ 120,00 | Plateia B R$ 80,00 | Balcão R$ 50   (Ingresso Rápido – www.ticketfacil.com.br)

*Com informações da assessoria

 

 A partir deste sábado (16), o Teatro Hermilo Borba Filho recebe o espetáculo ‘Alguém pra fugir comigo’, do grupo ‘Resta 1 Coletivo de Teatro’. A temporada é resultado da aprovação no edital de ocupação de pauta do Centro Apolo-Hermilo. As apresentações serão realizadas aos sábados, às 20h, e aos domingos, às 19h.

A peça conta histórias que tratam das injustiças sofridas todo dia pelas camadas subalternas da sociedade. Com narração não linear, inspirada em diversas matrizes, como textos políticos, líricos, filosóficos; relatos de histórias verídicas e imaginárias, “Alguém pra fugir comigo” apresenta uma série de cenas independentes, que versam sobre o aniquilamento da dignidade, a pena de morte, a perda de norte, a solidão, a loucura, o desprezo, entre outros.

##RECOMENDA##

O espetáculo é assinado por Quiercles Santana e Analice Croccia. Os ingressos para as apresentações podem ser adquiridos por R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia entrada), com venda antecipada pelo Sympla. Escolas públicas podem agendar pelo e-mail resta1coletivodeteatro@gmail.com.

Serviço

‘Alguém pra fugir comigo’

A partir de 16 de março | Sábados | 20h; Domingos | 19h

Teatro Hermilo Borba Filho (Cais do Apolo, 142, Recife)

R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia entrada)

(81) 3355 3320 / 3355 3321

Com o espetáculo “Hermanoteu na Terra de Godah”, a Cia de comédia Os Melhores do Mundo desembarca no Recife, no dia 24 de março e faz apresentação no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções, em Olinda, às 20h.

Na peça, os seis atores revezam-se em dezenas de personagens e improvisam sobre fatos da atualidade, aproximando o passado do presente. No palco, encontramos entre as perdidas páginas do Antigo Testamento, Hermanoteu. Típico hebreu do ano zero, recebe uma missão divina: guiar seu povo à terra de Godah.

##RECOMENDA##

Os ingressos custam a partir de R$50 e podem ser adquiridos na bilheteria do teatro e pela Bilheteria Digital.

Serviço

Os Melhores do Mundo - “Hermanoteu na Terra de Godah”

24 de março | 20h

Teatro Guararapes - Centro de Convenções de Pernambuco (Av. Prof. Andrade Bezerra - Salgadinho, Olinda)

A partir de R$ 50

Montado em mais de 20 países e apresentado em 15 línguas, o espetáculo “Visitando o Sr. Green” aporta no Recife, nos dias 6 e 7 de abril, no Teatro RioMar, Zona Sul do Recife. Atuando como personagem principal, Sérgio Mamberti, do Castelo Rá-Tim-Bum, interpreta o Sr. Green.

A peça se passa em Nova York e a narrativa se inicia após um pequeno acidente de trânsito que quase resultou num atropelamento e acaba provocando a aproximação entre o Sr. Green, um velho e solitário judeu ortodoxo, e Ross Gardner, interpretado por Ricardo Gelli. Acusado de negligência na direção e considerado culpado, Ross terá que prestar serviço comunitário junto à vítima, Sr. Green, uma vez por semana, pelos próximos seis meses.

##RECOMENDA##

Os ingressos para o espetáculo que tem texto do escritor americano Jeff Baron e direção de Cassio Scapin, podem ser adquiridos a partir de R$50 na bilheteria do Teatro RioMar Recife e pela plataforma Uhulu.

Serviço

"Visitando o Sr. Green"

6 e 7 de abril | às 21h e ás 19h

Teatro RioMar (Av. República do Líbano, 251, 4º piso – RioMar Shopping, Pina)

A partir de R$50

Entre os dias 16, 17, 23 e 24 de março, sempre às 20h, no Teatro Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, entrará em cartaz a última temporada da peça "Coroas". Com texto de Saulo Queiroz e direção de André Casanova e Diógenes Rodrigues, o espetáculo retorna com o humor escancarado de Maria das Dores, Maria da Luz e Maria da Paz.

Na história, as "Marias" buscam viver felizes para sempre ao lado dos príncipes encantados, mas os planos de sair de casa sempre são frustrados pela mãe. A matriarca da família não se conforma em ver as filhas planejarem uma vida romântica com os pretendentes e resolve espantá-los, e luta para que todas elas permaneçam na solteirice.

##RECOMENDA##

Apesar de toda proteção que permeia as irmãs, um segredo grandioso toma conta da vida da mãe. Ao desenrolar da peça, o público conhece o segredo que ela esconde. Os ingressos para "Coroas" estão disponíveis na loja Brunique Óculos por R$ 15 (antecipados). Quem retirar os bilhetes na hora, no teatro, terá que pagar R$ 20 (inteira) ou R$ 10 (meia entrada).

Encerrando os trabalhos em Santa Cruz do Capibaribe, a peça irá percorrer outras cidades do Estado, como Caruaru, Recife e Garanhuns, além de Campina Grande e Monteiro, na Paraíba. O elenco é formado pelos atores André Casanova, Brunna Queiroz, Diógenes Rodrigues, Eudhes Sellen, Filho Silva e Tiago Salvador.

Serviço

Peça "Coroas"

16, 17, 23 e 24 de março | 20h

Teatro Municipal de Santa Cruz do Capibaribe

Ingressos antecipados na Brunique Óculos por R$ 15

O espetáculo "As Filhas da Mãe" comemora neste mês os mais de 35 anos em cartaz com apresentações nas noites de sábado no Teatro Bibi Ferreira, no centro da cidade de São Paulo. 

A comédia, que percorreu todo o país divertindo mais de 2 milhões de espectadores, conta a história de uma mãe de meia idade chamada Diva Maria, que depois de ter sua carreira artística fracassada tenta transformar em artistas suas duas filhas, Deise Maria e Dalva Maria, mesmo elas sendo desprovidas de talento.

##RECOMENDA##

As inúmeras tentativas de Diva Maria para colocar as filhas em alguma produção artísticas falham, criando situações hilárias e surpreendentes ao longo dos 80 minutos de espetáculo. A peça tem classificação indicativa para maiores de 10 anos e o valor do ingresso é R$ 60.

Serviço:

Peça "As Filhas da Mãe"

Quando: A partir do sábado do dia 16 de março, às 23h30

Onde:  Teatro Bibi Ferreira

Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 931, Bela Vista, São Paulo

Classificação: 10 anos

Para mais informações: (11) 3105-3129

Uma das histórias mais conhecidas e contadas no mundo ocidental, a Paixão de Cristo, narra o calvário de um dos personagens mais importantes dessa cultura, Jesus Cristo. Em Pernambuco, existe uma forte tradição de montagens que encenam o trecho bíblico no período da Páscoa, porém, no Estado e na sua capital, a cidade do Recife, o calvário é vivido por atores, produtores e diretores dos espetáculos, dentro e fora dos palcos.  Falta de apoio, briga por espaço e a omissão de pagamentos têm tornado a vida de quem se dedica ao trabalho uma verdadeira via-crúcis.

No Recife, um dos mais tradicionais espetáculos desse período, a Paixão de Cristo que leva o nome da cidade e que foi idealizada, dirigida e encenada, por mais de duas décadas, pelo ator e diretor José Pimentel, falecido em agosto de 2018, corre o risco de nem ser apresentado em 2019; ou acontecer em ‘duplicidade’. Após o falecimento de Pimentel, uma briga judicial se instaurou entre sua família e a Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco (Apacepe), produtora com a qual costumava trabalhar, pelos direitos do espetáculo.

##RECOMENDA##

Familiares de Pimentel pediram, na Justiça, que a Apacepe se abstivesse de usar a imagem, obra e o nome do falecido diretor na realização do seu espetáculo e obteve ganho de causa. No entanto, a produtora manteve a decisão de encenar a peça e chegou a divulgar, através de sua assessoria a realização do espetáculo entre os dias 19 e 21 de abril, no Marco Zero do Recife, local onde vinha sendo realizado nos últimos anos. No entanto, a assessoria de Lílian Pimentel, filha de José Pimentel que ficou à frente do espetáculo, também garantiu a realização do seu espetáculo entre 18 e 21 de abril, no mesmo local.

LeiaJá também

--> 'Não queremos briga', diz produtor da Paixão do Recife

--> Sem Pimentel, Paixão de Cristo do Recife core sérios riscos

Procurada pelo LeiaJá, a Prefeitura do Recife (PCR), que sempre apoiou a Paixão de Cristo do Recife, inclusive cedendo o espaço do Marco Zero, garantiu, em janeiro de 2019, que não havia nenhum evento marcada para tais datas no espaço e que não estava oferecendo apoio a nenhuma das montagens. Procurada novamente, a PCR não deu novas informações a respeito da possível realização do espetáculo até o fechamento desta matéria.

Já a nível estadual, o problema está relacionado a dinheiro. O festejado edital Pernambuco de Todas as Paixões,  instituído pela Secretaria de Cultura e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, há 11 anos, com o objetivo de incentivar e promover a realização dessas montagens ao redor do estado de Pernambuco, não vem cumprindo com o prometido. Nesta quinta (7), o pesquisador de teatro Leidson Ferraz fez um verdadeiro desabafo em seu perfil do Facebook revelando que nenhum dos 14 grupos habilitados no ano de 2018 receberam o valor proposto pelo edital daquele ano.

Leidson chamou o Estado de “Pernambuco de Paixões Sofridas”, e disse: “Até hoje, praticamente um ano depois, nenhuma das 15 Paixões de Cristo espalhadas pelo estado, do Recife a Petrolina, recebeu qualquer centavo prometido e que lhes é de direito”. O pesquisador foi um dos integrantes da comissão de análise de mérito cultural e equipes de visitas técnicas, que analisaram os proponentes. Em entrevista exclusiva ao LeiaJá, David L’ucard, diretor da Paixão de Cristo de Camaragibe confirmou a falta de pagamento por parte do Governo do Estado: “Nenhum dos grupos que participou recebeu”.

O diretor contou que a Fundarpe promoveu algumas reuniões, sem nenhum resultado efetivo, e agendou uma nova, com todos os habilitados do ano de 2018, para a próxima semana, a fim de propor uma maneira de resolver a falta. Ele lamentou o descaso: “Algumas Paixões tiveram de fazer empréstimo, é um processo comum para quem faz cultura, principalmente quem depende de edital porque só é pago depois. Quando os grupos não tem reserva de caixa, e a maioria não tem porque os projetos se pagam e não fica dinheiro de reserva; então muitos precisam de um aporte nesse sentido. Quando não chega um patrocínio antes os grupos recorrem a cartão de crédito, empréstimo”.

Ainda assim, L’ucard faz questão de frisar a importância do Pernambuco de Todas as Paixões: “O edital é de suma importância para o fazer cultural no Estado. Ele é o fomentador não sé de um espetáculo, mas de uma cadeia produtiva imensa que envolve diretores, produtores técnicos, figurinistas, cenógrafos; além desse resultado material que a gente visualiza no período da Paixão, durante os espetáculos, a gente também tem o resultado que fica, que são os grupos de teatro que começam a se formar a partir desses encontros das Paixões, os atores novos que são descobertos, novos técnicos”.

Leidson Ferraz fez o mesmo em sua publicação no Facebook, e lamentou o descaso com o qual o edital vem sendo tratado: “Saliento o quão importante é a continuidade e a valorização do projeto “Pernambuco de Todas as Paixões”, que agrega centenas de artistas e técnicos e milhares de espectadores estado adentro. Ou seja, essa é realmente a terra dos Paixões de Cristo mais do que sofridas. Vergonha! Descaso! Absurdo! Ao governador Paulo Câmara e aos novos presidentes da Fundarpe e Secretaria de Cultura, só resta pedirmos respeito à classe artística”!

Governo do Estado

Procurada pelo LeiaJá, a Fundarpe informou que os pagamentos do edital 2018 serão realizados até o fim deste mês de março para que não haja prejuízo algum na realização do edital 2019, aberto no momento. “O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura (Secult) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), confirma que estará realizando o pagamento dos selecionados no EDITAL 2018 até o final deste mês de março.  Assim como foi feito com o ciclo carnavalesco deste ano, há um compromisso do Governo do Estado de honrar os débitos referentes ao ano de 2018. Os pagamentos serão feitos durante todo o mês de março, para não comprometer a realização dos espetáculos”.

A  suposta reunião que estaria marcada para a discussão do problema, no entanto, não foi confirmada, embora o órgão tenha deixado aberta a possibilidade de uma conversa entre gestores e classe artística: “Não há qualquer reunião agendada, seja com o secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto, seja com o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto.  Apesar disso, ambos demonstram completa disposição para atender os representantes dos grupos envolvidos com os espetáculos da Paixão”.

Há 2 anos em cartaz e com 110 apresentações no currículo, a peça “Traga-me a cabeça de Lima Barreto!” chega ao Recife pela primeira vez neste final de semana. O espetaculo será apresentada no Teatro Barreto Junior, Zona Sul do Recife, neste domingo (17), às 18h.

Escrita pelo diretor e dramaturgo Luiz Marfuz, especialmente para comemorar os 40 anos de carreira do ator Hilton Cobra, a peça mostra uma imaginária sessão de autópsia na cabeça de Lima Barreto, conduzida por médicos eugenistas, defensores da higienização racial no Brasil, na década de 1930. A direção é de Fernanda Júlia.

##RECOMENDA##

“Traga-me a cabeça de Lima Barreto!” já foi exibida no Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, Porto Alegre e Teresina. Os ingressos para o espetáculo custam R$30 e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro.

 

Serviço

“Traga-me a cabeça de Lima Barreto!”

17 de fevereiro | 18

Teatro Barreto Junior (. Est. Jeremias Bastos - Pina, Recife)

R$30

Informações: 81 98459.0080

 A partir da próxima sexta-feira (15) o espetáculo ‘‘Espera o outono, Alice” entra em cartaz no Teatro Arraial, região central do Recife. A peça é encenada pelo AMARÉ Grupo de Teatro e fará três apresentações que seguem até o domingo (17).

Tratando de temas como perda, morte, saudade e a pulsão de viver, o texto foi inspirado em experiências pessoais e coletivas do elenco e dos diretores, além de experimentações feitas na sala de ensaio. Os ingressos custam R$ 30 e podem ser adquiridos na bilheteria 1h antes do início de cada sessão e antecipado no Sympla.

##RECOMENDA##

Em paralelo às apresentações, o grupo também lança campanha de doações para viajar a Portugal em março, onde foram convidados para participar do festival Ao Teatro!, na cidade de Benedita e na capital do país, Lisboa. As doações podem ser feitas no Banco do Brasil, agência 3243-3, conta-poupança 42.073-5 e variação 51.

Serviço

Espera o outono, Alice

15 e 16 de fevereiro (sexta e sábado) | 20h

17 de fevereiro (domingo) | 18h

Teatro Arraial Ariano Suassuna (Rua da Aurora, 457, Boa Vista)

 R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia

Informações: 3184-3057 / 97914-4306

A performance Macaquinhos, que explora os tabus em relação ao ânus volta a entrar em cartaz, apesar de toda a polêmica que possa levantar. A apresentação única será no próximo sábado (16), às 21h, na cidade de São Paulo.

Macaquinhos foi criado em 2011 e desde então vem levantando discussões e controvérsias. A performance usa o nu e o ânus como metáfora para falar sobre o desequilíbrio social entre os países do hemisfério sul e os emergentes. Muitas pessoas acusaram o espetáculo de ser pronográfico, ainda assim, ele já passou por cidades como Salvador, Hamburgo, Frankfurt e Viena.

##RECOMENDA##

Agora, Macaquinhos será apresentado novamente, no próximo sábado (16), com mais pessoas participando da performance - uma vez que o coletivo que encena a obra abriu o espetáculo para pessoas que tinham vontade de atuar. Assim sendo, serão 20 pessoas em cena, 12 a mais do que havia no projeto inicial.

Serviço

Macaquinhos

Sábado (16) | 21h

Rua Palmorino Mônaco, 540

R$ 15

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando